• Home
  • |
  • Blog
  • |
  • Loucos de amor, com Bruno e Nihorainy

 dezembro 19

by Aurelia Guilherme

Nem sempre é fácil falar de amor, assim como não costuma ser fácil amar. O amor requer paciência, cumplicidade, companheirismo e disposição. Mas, de fato, é como dizem: amor não tem idade. Hoje, o Boa Vida Online traz a história da engenheira ambiental Nihorainy Cardoso (Ni, para os íntimos) e do designer Bruno Moura, ambos com 25 anos. O primeiro namoro dos dois, se tornou o futuro casamento. Cresceram, amadureceram, aprenderam juntos e, agora, continuam jovens, mas tão conhecedores do amor. Confira:

bruno-e-ni-loucos-de-amor
Bruno e Ni: jovens, noivos e vivendo um grande amor

Boa Vida Online – Como você e o Bruno se conheceram?

Nihorainy Cardoso – Era 25 de setembro de 2010 e estava tendo uma comemoração do aniversário do irmão do Bruno (meu noivo), na casa deles, meu primo era muito amigo deles e fomos. Viemos para Goiânia, para um Festival que se chamava Goiânia Folia 2010, que aconteceria no domingo dia 26 de setembro de 2010. Conheci o Bruno no sábado, ele foi bem bonitinho, me ensinou a jogar truco, foi bastante atencioso, porém não aconteceu nada neste dia, pois foi um dia de comemoração e ele ficou muito bêbado (risos).

Boa Vida Online – E você se apaixonou de imediato, apesar da situação?

Nihorainy Cardoso – Na verdade não sei se foi de imediato, até porque a situação a qual o conheci, aliás, o vi, não foi muito favorável, risos. Mas, confesso que o achei bonito!

Boa Vida Online – Então, nos conte um pouco da história de vocês, como vocês começaram a namorar…

Nihorainy Cardoso – O primeiro beijo aconteceu, no dia 26 de setembro de 2010, durante o festival que mencionei. Foi algo bastante inusitado, pois já estávamos andando de mãos dadas pra todos os lados; um relacionamento que caminhava para área da amizade, tudo indicava que sim, que seriamos ótimos amigos. Porém, a vida sempre nos surpreende! Ficamos sozinhos por um longo período, todos os nossos amigos sumiram; o chamei para pegar água (eu não bebo nada de álcool), estávamos na área de open bar; ele prontamente topou buscar água para mim. Assim, que chegamos no local, estávamos bem avulsos, quando, de repente, uma música começou a tocar (não me recordo da música), só olhamos um para o outro e o primeiro beijo aconteceu, risos. Depois disso, ficamos conversando por Orkut, msn, sms (meu Deus, quanto tempo não?), e nos encontramos pela segunda vez em novembro. Em dezembro, resolvemos ter uma relação mais séria, mas não tão séria, como um namoro. Após 5 meses, no dia 19 de fevereiro de 2011, em pleno carnaval, ele me fez o convite para namorarmos e eu, claro, aceitei. Ficamos namorando à distância por 4 meses, porque eu morando em Goianésia e ele em Goiânia, até que resolvi me mudar para Goiânia, estudar, trabalhar e, posso confessar, para ficar mais pertinho dele.

Boa Vida Online – Há quanto tempo estão juntos?

bruno-e-ni-4
“Viajar junto é mágico, cada experiência compartilhada, faz o relacionamento se fortificar, se tornar mais leve”

Nihorainy Cardoso – Vamos aos detalhes! No total temos 6 anos, 2 meses e 22 dias desde nosso primeiro beijo.
De namoro temos, 5 anos e 10 meses.
De noivado, temos 5 meses e 1 dia.
E temos a eternidade pela frente para nos amarmos.

Boa Vida Online – Vocês começaram a namorar muito jovens. Você acredita que isso fortaleceu a relação de vocês?

Nihorainy Cardoso – Acredito que sim, tínhamos apenas 19 anos quando tudo começou, eu era sua primeira namorada e ele, o meu primeiro namorado. Éramos muito novos, mas tínhamos disposição para lutarmos por um futuro juntos e, algo me dizia, que daríamos certo. Acho que quando tem que acontecer, a vida se encarrega de tudo e, isso, aconteceu conosco.

Boa Vida Online – Por que tanta certeza de que vocês dois foram feitos um para o outro?
Nihorainy Cardoso – Eu digo que o amor nos uniu, pois aprendemos o que é o amor juntos. Com ele, a vida é mais bonita, mais leve e mais cheia de charme. Eu e o Bruno aprendemos muito um com outro, de uma maneira única cada dia. Compreendemos o quão importante é respeitar a opinião, o espaço, saber se doar para o relacionamento, ser companheiro (a), ser amigo (a), amante, namorada (o), mulher/homem, ouvinte e, o primordial, o quanto a família é a base de tudo, nos damos bem com a família, tanto minha quanto a dele. E isto é algo muito bonito, esta relação de união, de duas pessoas e suas famílias, em prol de uma única família. Eu digo que é na delicadeza e na complexidade dos detalhes, que nós nos completamos e transbordamos, em forma de amor.
Boa Vida Online – O que você considera o melhor da relação de vocês?
Nihorainy Cardoso – Além do amor, com toda certeza é o companheirismo. Somos o tipo de casal, que topamos tudo. Não existe tempo ruim para nós, tudo que temos para fazer, nós fazemos, temos um propósito de sermos felizes, e isto vem acontecendo desde do primeiro beijo.

Boa Vida Online – Na sua opinião, qual o grande segredo para um relacionamento não cair na rotina, mesmo após anos de namoro?

Nihorainy Cardoso – O diálogo, com certeza, é algo que faz a diferença. Nós somos muito abertos às mudanças, conversamos muito sobre tudo e sobre como o universo transcende em nosso favor. Além, é claro, da dose de surpresas diárias; não precisa fazer coisas extraordinárias para surpreender o outro; a surpresa vem com um “eu te amo” inesperado, uma ligação no meio de um dia turbulento, só pra dizer da saudade, ou, quando o seu dia foi cansativo e sem graça, e você encontra uma cartinha com seu chocolate preferido. São pequenas atitudes que mudam o seu dia e fortalecem o seu relacionamento. Uma coisa que não pode faltar são as viagens,  acredito que todos os namorados, noivos, casados tem que viajar muito. Isso é mágico, cada experiência compartilhada,  faz o relacionamento se fortificar, se tornar mais leve. Eu costumo dizer sempre, que dinheiro bem gasto tem que ser com comida e com viagem.
bruno-e-ni-3
Foto tirada durante o pedido de casamento surpresa, em Pirenópolis

Boa Vida Online – Sabemos que o pedido de casamento foi bem especial. Pode nos revelar os detalhes?

Nihorainy Cardoso – Estávamos em viagem, fomos fazer um “Tur Zen”, um nome carinhoso que demos para esta viagem. Não foi nada planejado com antecedência. Digo isto, porque umas três semanas antes de viajarmos, descobri que iria ter férias do estágio e logo liguei para o Bruno, o convidando para uma vaigem; ele ficou meio assustado, por ter que se ausentar do trabalho, mas foi liberado por 15 dias para nossa aventura. Eu, doida que sou, comecei a verificar os lugares que poderíamos ir, já fui criando toda uma rota para fazermos juntos. Decidimos ir para Formosa, em seguida Chapada dos Veadeiros e por último Pirenópolis. Foram 15 dias viajando de carro, indo para cachoeiras lindíssimas, cavernas, altas aventuras. Até que, no último dia de viagem, chegamos ao nosso último destino, a cidade de Pirenópolis e, muitas fotos, já que eu amo fotografia. Perto da igreja do Bonfim, em uma casinha bonitinha, ele me disse, que precisava ir até o carro, pegar o controle da câmera, para algumas fotos juntos. Ele então foi até o carro para a grande surpresa: Com a desculpa de buscar o controle da câmera e, sem que eu soubesse, foi buscar o anel. Após alguns minutos, ele chegou, arrumou a câmera (sem que eu soubesse, tudo já estava sendo gravado), e então me disse: “Amor, vamos tirar fotos de olhos fechados”. E eu, claro, concordei, pois só tiro fotos com olhos fechados (risos). Então, lá estava ele, ajoelhado e me dizendo: “quer casar comigo”? Foi um dos momentos mais lindos da minha vida.
Boa Vida Online – Esse pedido foi como você sempre imaginou?
Nihorainy Cardoso – Foi além do que imaginava, pois não esperava que, naquele momento, eu receberia aquele pedido tão especial e tão cheio de amor. Foi um momento único, carregado de um turbilhão de sentimentos, além de estar em um lugar que somos completamente apaixonados e encantados, que fez parte de nossas vidas, desde do começo do namoro. Com toda a certeza do universo, foi um momento único em nossas vidas, e não poderia ser diferente, pois fechou com chave de ouro o nosso “Tur Zen”. Não é todo dia que se recebe um pedido de casamento homem de sua vida (risos).

bruno-e-nihorainy-loucos-de-amor

Boa Vida Online – Como são as alianças?

Nihorainy Cardoso – As alianças são algo diferente, pois são as do filme Senhor dos Anéis, o precioso do personagem Smeagol e que, na verdade, agora é o nosso precioso.
Boa Vida Online – E o casamento, como vocês planejam?
Nihorainy Cardoso – Temos inúmeras ideias, toda hora muda um pouco! Mas, queremos algo bem intimista, coisa para poucos amigos e familiares, que envolva natureza e coisas fofinhas (risos).  Quero participar de cada detalhe, mesmo que seja um pouco cansativo, quero que tudo saia da forma como estamos planejando, algo simples e bonito, como o nosso amor.
Boa Vida Online – Vocês são um casal jovem, mas maduros e que se amam muito. Qual a sua dica  para inspirar outros casais?
Nihorainy Cardoso – O amor entre duas pessoas é importante em um relacionamento, claro, mas não consegue sustentar sozinho essa união. Para que a relação seja fortalecida, as duas pessoas precisam estar dispostas a se doarem de corpo e alma, com a única proposta de fazer um ao outro feliz e, isto, é o que fazemos desde início. E claro, Bruno, só pra constar e ficar registrado, que todo o meu AMOR é seu, te amo!

“Acho que quando tem que acontecer, a vida se encarrega de tudo e, isso, aconteceu conosco”.

share this

Related Posts

Vermífugos são mesmo necessários?

Síndrome de down em show no cinema

Escova Progressiva Segura

>